sábado, 2 de agosto de 2008

Onde estou?

Aqui...

Sofrendo por esperar uma resposta
Questionando se falei algo que não devia
Querendo que tudo mude na rapidez de um raio
Mordendo o cantinho da boca - meu calmante
Precisando dormir, mas com o peito em ebulição...
Tentando lembrar de me esquecer...

E a história é sempre a mesma...
Desejando virar a mesa, mas com medo de pisar nos cacos que sobrarão dela...cansada de ser boazinha e querendo respirar ar puro, desinfetado de você...’nao te quero mais’...palavras caladas em minha garganta mas transbordadas em meu olhar....um olhar cansado de ver a vida, corpo latejando a vontade de vivê-la...ansiando pelos horizontes e meus pés aqui, estagnados! Não posso mais deixar de sentir a brisa bater em meu rosto...não quero mais sentir culpa pela sua culpa... Quero voar, sem direção! Sem asas, até! Me deixar levar pelo fluxo incerto da minha emoção...

....E quando estou só [não raro] olho pra você...
Seu sorriso me encanta, seu cheiro me embriaga...até seus problemas são interessantes...uma conversa marcada de cumplicidade, de saberes implícitos [ entrelinhas poderosas] rumos novos [sem rumo]...ultrapassar aquilo que sei para alcançar o que desejo....ardente...queimando....cheio de motivos para ser...cheio de razões para não acontecer...deixo a razão [antiga companheira], para ficar à mercê de você...serva, submissa, amante...[sou, enfim, amada]

...Se eu sumir, me procure nas estrelas...
Cansei de suportar o peso do mundo!

Letícia

8 comentários:

Gall disse...

Letícia,li num trago só [embriaguei-me]com esta tua maneira de se expressar.

"uma conversa marcada de cumplicidade, de saberes implícitos [ entrelinhas poderosas]..."

Este paragráfo é perfeito para eu falar do teu texto e falar da nossa amizade.

Bjos e parabéns! está lindo!

BLOG DO ZÉ ROBERTO disse...

Olha, que bacana tá ficando nosso blog. Que bela crônica Lê, realente eu gostei demais dela. Parabéns Lê, beijão!!

opoucoquesobrou disse...

Gostei bastante tmb. Grandes versos, grandes frases, grande beleza.

daniel barros.

Marô disse...

Ainda bem que vc está aqui...Que bom...

abraço

Letícia Cesario disse...

Obrigada, meus amigos, pelos comentários!! Adorei ver meu singelo escrito, postado aqui nessa maravilhosa extensão da comunidade Café das Letras!!! Beijos no coração de todos!!! Lê

Agela disse...

Tive que vir aqui e deixar gravado a grande admiração que tenho pela sua escrita.
Está simplesmente linda a sua crônica.
Parabéns!
Angela Chagas

Gleid disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Águia disse...

MUITO BOA GRANDE FLOR FALAR DE SEUS ESCRITOS É CHOVER NO MOLHADO BJS POÉTICOS

Feliz novo ano!

Feliz novo ano!

Nossa mensagem de Natal

Nossa mensagem de Natal